Nossa visão

1. Crescimento em todos os aspectos:

  •  Fé (Rm 1:17)
  •  Conhecimento (Os 6:3)
  •  Santificação (Hb 12:14)
  •  Experiências espirituais (2Co 3:18)
  •  Amor (Fp 1:9)
  •  Graça (At 4:33-34)
  •  Número (Lc 14:23)

2. Pregar o evangelho a toda a criatura

  •  Em Mc 1:17 Jesus disse: “Vinde após mim eu farei que sejais pescadores de homens”.
  •  Como pescadores fomos chamados para lançar as redes e não lançar pedras.
  •  Fomos chamados para estender as mãos e não apontarmos os dedos em uma atitude de acusação.
  •  Fomos chamados para pescar os perdidos e não tornarmos críticos dos remidos.
  •  Fomos chamados para ajudar os feridos e não ferir aqueles que nos ajudam.
  •  Porque “quão suave são sobre os montes os do que anuncia as boas-novas, que faz ouvir a paz, que anuncia o bem, que faz ouvir a salvação, que diz a Sião: O teu Deus reina” (Is 52:7)

3. Uma igreja alegre e participativa

  •  Alegre porque “grandes coisas o Senhor fez por nós” (Salmo 126:3)
  •  Alegre porque “somos povo de Deus e ovelha do Seu pasto” (Sl 100: 3)
  •  Alegre porque o nosso nome consta no Livro da Vida (Lc 10:26)
  •  Alegre porque nossa meta não é assistir como meros expectadores, mas ter liberdade de participar do serviço cristão, onde todos mobilizados, possam fazer algo útil em prol do Reino de Deus, e cada membro seja uma extensão da igreja.

4. Uma igreja unida e motivada

  •  Enquanto que a divisão gera incredulidade, a unidade gera a fé.
  •  Divisão! Não é esse o ambiente que queremos.
  •  Nossa meta é manter um clima harmonioso, pondo em prática o amor fraternal cuidando uns dos outros. (Atos 4:32)
  •  A unidade é o segredo para conquistarmos o mundo para Cristo. (Jo 17:21)

5. Uma igreja comprometida com a Palavra

  •  A Palavra de Deus é a nossa base, regra de fé e impõe ordem e decência.
  •  Ela é nossa principal fonte de conhecimento de Deus.
  •  Ela nos ensina, corrige, instrui em justiça para que sejamos perfeito e perfeitamente instruído em toda boa obra (2Tm 3:16-17)

6. Uma igreja que glorifique a Deus

  •  O véu do templo se rasgou!
  •  Cristo toma-nos pelas mãos e introduz-nos à presença de Deus, e na sala do Trono encontramos graça, não condenação; misericórdia, não punição.
  •  Temos motivos para glorificar este Deus, louvá-lo através da música, com danças (coreografias), atitudes e ações.
  •  Nossa meta é fazer tudo para a glória de Deus (1Co 10:31)

7. Uma igreja cheia do Espírito Santo

  •  Somos livres! “Ora o Senhor é Espírito, onde está o Espírito do Senhor aí há liberdade” ( 2Co 3:17)
  •  Livres para escolher amor, alegria e paz.
  •  Livres para escolher paciência, bondade e caridade.
  •  Livres para escolher lealdade, gentileza e autocontrole.
  •  É a igreja produzindo fruto, Fruto do Espírito. (Gl 5:22; Ef 5:18)